quarta-feira, 21 de julho de 2010

Pessoas



Pessoas, quem são elas?

Elas que são feitas de papeis,
Disfarces nas suas identidades.
Pessoas no seu ir e vim
Vivendo suas delongas,
Seus destinos de ser humanos.

Pessoas, felizes, sorridentes, pessoas?
Elas que tem seus próprios rostos,
Os mesmos retratos, são figurados !
Figuras carimbadas, caricaturas surreais!
Com o dever de ser quem são
Mostrando o que está escrito em sua mão.

Pessoas, tristes, infelizes, pessoas?
Elas que tem as suas próprias faces,
As mesmas sentenças, são condenadas!
As mesmas mazelas, são distraídas!
Construída pelo o seu próprio descaso do mundo
Iludidas a caminha o seu percurso.

Pessoas, quem são elas?
Elas que são cheias de paradigmas,
personalidades distintas entre elas.
Unidas pela própria sobrevivência,
Buscando sabe se lá ó quê para que...
Querendo crer que sabe viver !


Mauro Henrique Soares Aniceto
21/07/2010 "Vulgo poeta TuTu"