segunda-feira, 5 de abril de 2010

Vazio




De dentro para fora se vai o desejo,
consumado pela ausência do ser.
Hoje tenho no peito essa lacera,
esse destino traçado por mim.

Não encontrei o que procurava
fiquei perdido na contra mão.
Sinto um desejo de correr
todo o mundo em segundos.

Paro, sem saber qual é a regra,
será mesmo que ela existe?
Mas no momento, estou sem tempo,
para preencher essa lacuna.

Diante dessa passagem
fico sem saber o que fazer.
O melhor e deixar tudo em paz
e ver o sol nascer.

Mauro Henrique Soares Aniceto
03/12/2009

2 comentários:

  1. Amigo...a cada dia que o sol nasce e se põe a sua escrita melhora...aqui, estou me identificando muito com seus poemas...essa por exemplo- "VAZIO", parabens...por causa da facul...vc sabe...bjinhosss

    ResponderExcluir
  2. Bah : o tempo só transcende esse meu sonho...
    adoro você minha amiga, obrigado!

    ResponderExcluir

O tempo é curto para tantas administrações, ou são muitas
administrações para pouco tempo? Não deixe nada que de para ser feito no agora para depois. Escolha ser feliz! #minhafaceseuretrato