terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Vira Mundo









Mundo que gira sem para,
tempo que não fica sem passar,
vira tudo de perna para o ar
acabo sem o que falar.

Mundo que gira sem para,
leva é traz o Sol e a Lua,
vira noite e vira dia
acabo por me acostuma.

Mundo que gira sem para,
não tomei bebida no bar,
vira a garrafa para lá
acabo sempre a me embriagar.

Mundo que gira sem para,
que faz o balançar do mar,
vira de ponta cabeça,
eu acabo por me apaixonar.

Mauro Henrique Soares Aniceto.
15/12/2009